quarta-feira, 13 de julho de 2011

A mídia e sua visão sobre a PM (cena da novela Insensato Coração)

video
Saudações aos amigos e colaboradores internautas!!!!!!
Desde que ouvir falar da cena (vídeo acima) da novela Insensato Coração, da Rede Globo, que de forma  aviltante descriminou os Guardas Municipais e Policiais Militares, de todo Brasil, qualificando-os de corruptos, fiquei indignado, levando-me a uma pequena reflexão, (a partir da qual usarei para provocá-los, parafraseando Antônio Abujamra). Os aparelhos midiáticos do país, em especial a televisão brasileira, sobretudo as TVs denominadas abertas, espetacularizam e banalizam a violência de forma escandalosa. Alguns teóricos contemporâneos das Ciências Sociais, defendem a teoria de que a (in)segurança pública no país é um produto de muita popularidade, especialmente, nas camadas menos esclarecidas, pois  dão índices de audiência elevadíssimos!!! Nessa perspectiva, aqueles setores que trabalham direta ou indiretamente com a temática beneficiam-se com esse estado de anomia social. (Uma boa dica sobre a problemática em ênfase é um livro que já citei aqui: (In) segurança pública no Brasil ( Jorge Zaverucha). Marcos Rolim, em sua obra "A síndrome da rainha vermelha", também aborda as políticas e ações quase sempre hollywoodianas que são adotadas no país para enfrentar a violência e a criminalidade. Vale apena conferir!!!
Por outro lado, um aspecto relevante a ser destacado é que através de um carta de repúdio o atual Presidente dos Conselho Nacional do Comandantes Gerais das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares, o Cel PM Álvaro Batista Camilo fez ciência a citada emissora que maus profissionais existem em quaisquer instituições. No entanto, o que não se pode é generalizar comportamentos desviados para toda Instituição Policial Militar, haja vista, o que se espera numa sociedade que vive num Estado Democrático de Direito, é que todos sejam tratados como inocentes, até que se prove o contrário (conforme o princípio constitucional de presunção de inocência) e não terem sua imagem, mesmo que seja institucional, aviltada nacionalmente.
Por fim, é importante esclarecer que as Belas Artes têm papel fundamental na construção de uma sociedade mais igualitária e fraterna, no entanto, profissionais que dedicam sua vida a defender a paz social e a vida de outrem não podem ter sua honra e dignidade contestada sem provas fundadas. Ademais, se ocorrem desvios por parte dos maus profissionais de segurança pública, esses devem ser apurados e corrigidos à luz da legislação vigente. Ad sumus!!!!

Continuamos acreditando que a educação é a única força capaz de vencer a violência, em todas as suas formas de manifestações (Pierre Bourdieu).

Je vous embrasse!!!

O referido vídeo pode ser baixado no endereço abaixo, para que os senhores e senhoras operadores ou não de segurança pública possam tiram suas próprias conclusões.
http://www.youtube.com/watch?v=DFXm_vR7ZVk

Nenhum comentário:

Postar um comentário